IDY:Eu, você e a Garota que vai morrer


Antes de começar a postagem quero pedir para que conheçam Eros Moderno, um blog feito pela Coelho do Raw. A ideia é simples:  mande suas confissões, duvidas, desabafem qualquer coisa que ela vai aconselhar e tal. Ela é super boa nisso e peço que vão lá dar uma conferida! Clicando aqui, você pode ir lá e dar uma olhada!
Olá, tudo bom? Estou com tanta preguiça de postar ultimamente, na verdade nem é preguiça mas sim a falta de criatividade. Apaguei a maioria dos rascunhos por ser coisas bobocas demais. Estou precisando renovar! Já estamos com 512 seguidores, vocês são demais! Será que até semana quevem conseguimos mais 8 seguidores? 



Título: Eu, Você e a Garota que Vai Morrer
Autor: Jesse Andrews
ginas: 288
Nota:★★★★★ 
Greg Gaines é socialmente invisível, Earl Jackson vem de um lar desajustado e Rachel Kushner tem câncer, mas Eu, você e a garota que vai morrer está longe de ser mais um dramalhão lacrimoso. Subvertendo clichês, o autor Jesse Andrews oferece um romance de formação que, com um estilo pop e original, consegue juntar irreverência e sensibilidade ao tratar dessa coisa maluca chamada morte.
As resenhas desse livro vareia bastante, uma hora ela é negativa e a outra é positiva. Eu gostei do livro, mas em certos pontos concordo as pessoas acharem ruim. 
É aquele livro que você lê rápido sem ao menos perceber isso, não vai fazer sua vida mudar, ela vai sempre continuar sendo a mesma coisa. 
Uma das coisas interessante é que o Greg é um adolescente normal, sem toda aquela filosofia de adolescente hiper e megas inteligente do John Green. Na verdade acho que o livro é uma paródia disso. Ela é como eu e você, vivendo uma vidinha sem graça.

O livro não foca na Rachel morrendo de câncer, mas ele foca na visão do Greg. Isso ele deixa bem claro no inicio do livro!E é a graça de tudo! Talvez, o motivo de ter ido comprar.
Sempre vemos a pessoa sofrendo de câncer, lá no seus últimos dias de vida, ou alguém muito próximo. E quando é alguém que você nem conhece direito? É como se uma pessoa da sua turma do ano passado estivesse morrendo .Ele não está nem ai para o que ela passa! Mas se sente obrigado a ter que falar com ela, de conviver com ela nesses últimos momentos da sua vida. E é exatamente assim que somos! Provavelmente eles nem sequer se falariam se isso não estivesse acontecendo. 

O livro é como uma ida ao supermercado, interessante de certa forma, você vai poder comprar doces e alimentar o seu desejo. Mas não irá encher a sua barriga. Entenderam a minha comparação? Talvez esse seja um erro do autor, ou  pode até mesmo ter sido proposital, mas vai saber né? 

Mas a leitura de arranca várias risadas, e isso é bom! Caso um dia você esteja sem nada para fazer, vai lá e pegue esse livro! É bom para se contrariar. 

10 comentários:

  1. Oi Lunii, tudo bem gata? :v parei sz
    A resenha ficou muito boa, já quero super ler esse livro ♥ :v Pela resenha acho que ele se parece um pouco com o final do livro "Quando tudo volta - do John Corey Whaley (acho q é assim que se escreve)" No final, você fica meio duvidosa do que aconteceu tlg? E isso é muito ruim, por que você quer entender o livro todo mas não consegue '-' e como você disse, vai lá saber se é sem querer ou proposital esse negocio ai né? Enfim, bjo sz
    blogradioativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que legal a história do livro! Adoro clichês!
    Midiz, comofaz pra ter tantos seguidores? :o

    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  3. Parece bem interessante o livro, me chamou muito a atenção pelo título. Em primeiras impressões parece ser bem simples, sem muito drama. E eu gosto disso rs Não gosto muito de drama, e esses clichês aonde sei que no final tudo vai resultar na morte de alguém. Mais me parece ser um livro gostoso de ler. Aqueles tipos de livro para se ler à tarde para passar o tempo (:
    Gostei bastante da resenha, espero encontrá-lo em alguma livraria aqui na cidade. Beijos ~

    sonho-oriental.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro. Eu li uns dois livros com a temática "câncer e adolescentes", acho que tem muita gente escrevendo sobre isso ultimamente. Gostei da sua resenha.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  5. Oi oi Luni õ/
    Como vai?

    Ai o blog Eros Moderno está fechado :c mas estou de olho caso abrir, porque os blogs da Coelho são sempre muitos fod*s (Não sei se posso falar palavras desse tipo aqui, caso não, mil desculpas >///<) e já que eu to meio precisada disso vou lá dar uma passadinha -qq será que ela aceita uma ajuda? Adoro esse tipo de coisa >w<

    Quanto ao livro: devo dizer que amei!! Eu ODEIO clichês, com todo o meu ser. Gosto muito do John Green, mas nunca leria um livro dele, é sempre a mesma coisa. Estava procurando livros mais ou menos assim. Obrigado plea dica õ/
    Pretendo comprar o livro em breve <33
    Ótimo post como de costume ;3

    Beijinhos e brigadeiros~
    c o l o r f u l ☆ d r e a m




    ResponderExcluir
  6. Adorei a ideia do blog que apresentaste no início do post, mas, infelizmente, tenho permissão negada e gostava mesmo de conseguir abrir. Acho que eu iria mandar para lá muita coisa, haha. Muitos parabéns pelos seguidores, e eu sou exatamente como tu, tenho imensos rascunhos que nunca irei publicar, mas também não quero apagar (quem sabe um dia eles sejam úteis). Ahh... Eu realmente gostava de ter acompanhado melhor a tua jornada por aqui, eu... que saudades, porra. Como estás? kdsgjs

    No principio eu tinha lido DIY, e pensava que ia ser um tutorial de artes manuais, depois é que percebi. Apesar das críticas variadas, eu gostei do conceito do livro, principalmente a originalidade (digamos assim) do título que me chamou bastante a atenção; quanto a essa parte de adolescentes filosóficos, se formos ver bem, existem muitos que são realmente assim, mas ter uma personagem não tão banal nesse sentido dá um ar mais realista, porque é suposto nós não sermos assim. E entendo tão bem essa parte, era como se fosse obrigação dele acompanhá-la nos últimos momentos da sua vida. Eu diria muita coisa sobre isso, mas digamos que hoje esgotei o meu vocabulário, jdshgk ;-;

    A sua comparação foi bem boa, huahaha
    De qualquer das formas, eu vou ver se encontro esse livro ou o respetivo pdf e vou ler jdshgks depois digo o que achei <3

    Peço imensa desculpa,
    fume.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu vi que o RaW foi fechado e fui correndo ver esse link que tinha deixado, mas o blog está fechado :// Mas estarei aguardando, a iniciativa é bonita.
    Espero que consiga cumprir tua meta de seguidores \O/ Estarei na torcida sdjah
    Bem, sobre a postagem, eu nunca tinha lido esse livro. Não é do tipo de livros que me agradam, por isso não darei uma chance para ele, mas sua resenha foi interessante. Difícil ler livros desse tema que não tenham realmente garotos e garotas inteligentes com suas metáforas sobre a adolescência e etc etc...
    Que comparação maravilhosa sjdqahjda Tenho muitos livros que são assim, mas sei que se não tivesse os lido morreria de curiosidade q
    Já leu Invisível, da Andrea Cremer e do David Levithan? Procure a sinopse e agumas resenhas, acho que é o tipo de livro que gostaria...

    Beijão e abraços ~
    c-ailleach.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ultimamente quando sinto vontade de ler clichÊs( coisa que adoro) corro pras fanfictions hahaha mas esse livro me parece uma boa ahuashsuh
    adorei sua analogia sobre os doces, é realmente muito boa e trouxe o que pensar, pois eu realmente entendo o que você quer dizer, tipo, você ler um livro e gostar dele, mas achar que ele poderia ter sido mais, é a mesma coisa que você ir brincar num balanço sozinho, é muito gostoso, mas você sabe que se tiver alguém atrás pra te empurrar você vai mais alto....
    Olha que coisa, fiz uma analogia em cima da sua hsaushauhs perdão....
    beijos <3
    http://umagarotanadaencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parece ser interessante o livro. E como designer, amei a capa o.o~

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Adorei a comparação com o supermercado hahaha E bom, eu gosto de livros que não mudam em nada, não trazem muitas emoções mas que são bons para dar uma risada e para distrair a mente. Já anotei na lista de livros para esse ano.
    Beijos,
    www.cafevodkaeliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

-Não ofenda ninguém
-Sigo de volta se eu quiser
-Comente o link do teu blog, irei retribuir
-Aceito pedidos de afiliação
Obrigada pela visita!